55 (011) 2847-9500

Como evitar que campanhas de e-mail marketing sejam consideradas phishing

  • 14/05/2013 09:37
  • Nível técnico
  • 2 comentários

Segundo pesquisa realizada pela divisão de segurança da empresa EMC, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking dos países hospedeiros de phishing, com a participação de 3%.

Phishing é a forma fraudulenta com que golpistas enviam e-mails se passando por organizações sérias e reconhecidas para tentar adquirir informações dos destinatários. De modo geral, as mensagens contêm links que aparentemente levam ao site da companhia, mas que, na verdade, são utilizados para implantar vírus ou softwares maliciosos com o intuito de obter dados pessoais do usuário.

Devido a essas ações, muitas vezes, os provedores acabam considerando campanhas legítimas como falsas. Confira algumas dicas para elaborar campanhas que deixem os destinatários seguros, garantindo que o e-mail marketing seja entregue na caixa de entrada.

URLs incompatíveis: Se uma URL for colocada no e-mail marketing como hiperlink e o rastreamento do link estiver ativado, os destinatários clicarão no endereço de URL, mas serão direcionados para um endereço diferente, pois o endereço da URL original é substituído pelo link do provedor de redirecionamento.

Como as duas URLs são diferentes e incompatíveis, seu e-mail pode ser visto como phishing pela maioria dos provedores de e-mail, levando suas campanhas para o lixo eletrônico.

Se você não quer ser considerado phisher, evite usar uma URL como texto de exibição em qualquer e-mail em HTML. Use uma palavra ou uma frase para explicar o link. Por exemplo, ao invés de utilizar “http://www.seusite.com.br”, prefira “ Veja a coleção completa”.

Personalização: Phishers tentam conseguir informações por meio de e-mails falsos e normalmente não utilizam os nomes dos destinatários nas mensagens. Por isso, para gerar maior identidade para a campanha da sua empresa, invista em uma comunicação mais próxima e utilize nome e sobrenome dos usuários nos e-mails.

Conteúdo: Verifique se o conteúdo está escrito corretamente e se não existe nenhum erro de vocabulário ou gramática. Por serem automáticos, e-mails de phishing geralmente são enviados com muitos erros na grafia.

Autenticação: Autenticar o endereço de e-mail que será utilizado como destinatário para o envio das campanhas é essencial para uma melhor taxa de entrega. Além disso, esse processo auxilia os provedores a identificarem o e-mail marketing como legítimo, não o classificando como phishing.
CONTEUDOS RELACIONADOS
COMENTÁRIOS
FAÇA UM COMENTÁRIO